Ano novo chegando, hora de fazer um balanço geral do ano que terminou, e também tempo de definir novos objetivos e metas.
Muitas vezes elas têm a ver com coisas que queremos conquistar materialmente, como um carro novo, uma nova casa, um novo emprego ou uma promoção, ou dinheiro no bolso.  

Mas, e se buscássemos estabelecer metas mais “emocionais”, como sentir-se mais feliz ou mais autoconfiante?

Como? Vamos tentar usar um exemplo simples e muito comum: “emagrecer”.
Nesse caso, normalmente o foco está no resultado: perder peso. Mas pouco cuidamos do processo, e menos ainda de como vamos lidar com cada conquista e cada frustração.

Se não nos damos conta do prazer que sentimos quando perdemos os primeiros gramas, deixamos de lado algo fundamental que é a nossa conexão emocional com aquela meta.
E acabamos não nos recompensando.
(Um brigadeiro pode não ser a melhor opção de recompensa aqui 😊).
Da mesma forma, se focarmos somente nas frustrações e sentimentos ruins quando não alcançamos nossa meta, podemos ignorar alguns comportamentos que nos levam a tais emoções,  como a ansiedade, por exemplo.
Nesse caso, ao não identificar a razão da minha ansiedade, acabo comendo mais, logo não emagreço. E aí poluo minha mente com pensamentos que só vão me atrapalhar, como “não sou capaz”, “não tenho autocontrole o suficiente”, etc… 
Para escolher as melhores metas para o próximo ano, tente responder:
Essa meta tem qual significado para mim?
O que faz dela importante para que eu me engaje?
Quais emoções posso ter durante o processo?
Sei lidar com elas, recompensando e estimulando as positivas
e acolhendo as negativas?
Que sensações físicas eu tenho que me dizem quais emoções estou sentindo?
.

Quando trazemos a consciência sobre as emoções e sensações físicas, conseguimos identificar as situações que de fato valem a pena ser vividas.

Desejamos que 2019 seja intenso nas emoções e nas realizações!
Feliz Ano Novo!!

 Abraços,
Andrea e Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.